Centro de Especialidades Odontológicas
Hospital Veterinário
Laboratório de Solos
Vestibular
INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL DO ALTO URUGUAI
FACULDADE IDEAU DE GETÚLIO VARGAS

Você está em

25/10/2019

Chefe de Polícia do Estado e Promotora de Justiça debatem sobre representações sociais e violência contra a mulher

A Faculdade IDEAU recebeu na noite da última quinta-feira (24) a chefe da polícia civil do RS, Nadine Farias Anflor, e, também, a promotora de justiça do ministério público, Roberta Morillos Teixeira, para ministrarem a palestra “Representações sociais: Qual o espaço da mulher?” O evento marca a XVII edição do Seminário Regional realizado pela Escola de País do Brasil – Seccional de Getúlio Vargas, que contou com o apoio dos cursos de Direito, Pedagogia e Psicologia da Instituição.

O encontro teve início às 19h30min, e contou, na abertura, com a apresentação voz e violão das jovens Manoela Grumann Bernardon e Isabele Morillos. Na sequência, subiram ao palco as convidadas da noite, trazendo o público para uma reflexão profunda sobre a cultura e a sociedade. Em sua fala, Nadine Anflor, que se tornou a primeira mulher a exercer o cargo de chefe da polícia civil no Rio Grande do Sul, abordou sua trajetória pessoal para ponderar sobre aspectos de desigualdade de gênero. Já a promotora de justiça, Roberta Teixeira, explanou sobre as diversas facetas da violência contra a mulher, entre elas: psicológica, moral, patrimonial, física e sexual.

Em uma pesquisa realizada em fevereiro deste ano pelo Data Folha, encomendada pela ONG Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), revela dados impressionantes de violência contra a mulher no Brasil. Segundo a pesquisa, estima-se que haja 536 casos por hora no país. Para os especialistas no assunto, a Lei Maria da Penha é uma grande conquista, pois vai muito além de uma lei penal, trata-se também de uma política pública que engloba aspectos de: prevenção, medidas protetivas, trabalhos com os autores de violência. No entanto, ainda há muitos desafios relacionados a sua implementação para que a sua eficácia alcance viés prático também.

A palestra, que era aberta à comunidade, contou com a participação de centenas de pessoas, que além de ter acesso à informações e aprendizado com autoridades no assunto, foram instigados a refletir profundamente sobre o assunto que merece e deve ser discutido com intuito de esclarecer e conscientizar as pessoas.

 

Comentários